Loading...

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

ATIVIDADE EXTRA PARA TURMA RP - MANHÃ E NOITE - ANÁLISE DA COMUNICAÇÃO NA SUA EMPRESA!

Olá, turma.

Você já aprendeu em sala de aula, o que é a comunicação empresarial, seus principais segmentos, profissionais envolvidos . Leiam o texto complementar enviado por email, falando sobre as cinco áreas (programas) de comunicação e suas principais peças e ações, sobre as quais devemos nos atentar para realizar uma boa comunicação nas empresas.

Assim, poderá realizar a segunda atividade extra proposta na nossa disciplina, se o desejar, produzindo uma análise de como é feita a comunicação na empresa onde trabalha ou já trabalhou, de modo que o texto tenha entre 20 e 40 linhas, no máximo. Vir com título de máximo 30 letras. É fundamental que venha assinado no final com nome, sobrenome, cargo, empresa (se desejar), período, curso e turno. A redação deve ser coerente, fundamentada (sem achismos, usando citação e referências pessoas entrevistadas ou peças jornalísticas, publicitárias ou outras da empresa, que tenham sido consultadas para a análise. A redação deve ser feita com português correto e ter início, meio e fim, ou seja clareza textual. Além de descrever a comunicação em seus diferentes segmentos e áreas. Encerre o texto, com uma pequena opinião sobre a relevãncia desta análise para ampliação da sua visão, enquanto profissional de Relações Públicas.

Prazo para comentar neste espaço, com validade de atividade extra até 29/02

30 comentários:

Lorena Gregori disse...

Estrutura da Comunicação de uma ONG

A empresa em análise trata-se de uma ONG ligada à Prefeitura de Belo Horizonte. Todos os processos que são realizados pela organização enfrentam a burocracia que retardam e inviabilizam muitas ações.
A ONG conta com um setor de Assessoria de Comunicação e Imprensa, constituído de um profissional de Relações Públicas, dois de Jornalismo, um de Produção Editorial e um Designer Gráfico.
O setor tem duas subdivisões, a parte de eventos e a parte de comunicação organizacional. À frente do setor está um jornalista e a parte de eventos e coordenada pelo Relações Públicas.
Por se tratar de um órgão diretamente ligado à Prefeitura de Belo Horizonte as ações em comunicação precisam primeiro passar pela aprovação do setor de comunicação da Prefeitura. O setor convive com um problema dentro da organização, pois é mal visto pelo resto dos funcionários que acham que para fazer a comunicação da entidade não são necessários muitos recursos financeiros, material e nem de pessoal.
Apesar das dificuldades, a ONG é muito bem vista pela sociedade, pois realiza um trabalho de comunicação e assessoria de imprensa muito eficiente, sem que os problemas enfrentados internamente sejam expostos na mídia, evitando assim a perda de credibilidade da mesma.
Diversas atividades da ONG são realizadas fazendo a integração dos profissionais de comunicação e em algumas vezes usando agências para assessorá-los, pois estão constantemente lançando campanhas que contam com a divulgação em mídia, televisiva e escrita, e além de promoverem eventos, congressos e seminários, divulgando as campanhas.
A comunicação interna é feita pelo mesmo Relações Públicas, que fica encarregado de fazer o jornal mural, promover a interação dos funcionários, e fazer com que as diretrizes da diretoria consigam chegar aos funcionários de maneira eficiente. Além do jornal mural existe a newsletter que é feita por um jornalista. O profissional de Produção Editorial trabalha diretamente com os jornalistas e realizando as mesmas atividades, já o Designer Gráfico atua em sua área produzindo as peças gráficas da organização.
Na época em que os eventos acontecem, o Relações Públicas precisa se desdobrar para conseguir dar conta de suas tarefas, pois como estão todos ocupados com suas próprias tarefas não podem ajudá-lo.
De forma geral cada um trabalha em suas funções e não pensam como uma equipe, um setor que precisa junto fazer a comunicação da organização. São profissionais excelentes isoladamente mais que ainda não conseguiram trabalhar em conjunto.
Com essa análise feita, posso concluir que o que aprendemos é em teoria o ideal, porém não é isso que vemos nas empresas. Em muitos lugares o setor de comunicação não conta com os profissionais necessários e até em algumas possuem pessoas não capacitadas para realizarem a comunicação. Para a comunicação ser eficiente é necessário que a equipe trabalhe isoladamente, mas em torno de um objetivo maior.

Lorena Gregori, 5°período, manhã.

Flavinha disse...

Estrutural da comunicação do PIC.

O Pampulha iate Clube (PIC) tem como segmento o entretenimento e cultura, pois é um espaço que oferece aos seus sócios toda uma estrutura de clube e em sua sede toda a estrutura de lazer – esportes, jogos de cartas, musculação,salão de beleza, sauna, espaço kids e um delicioso restaurante .
O PIC conta com um setor Comunicação e Marketing, constituído de um profissional de Relações Públicas, dois de Marketing, uma Promoter, duas estagiarias de Relações Públicas, uma web designer e um Designer Gráfico.
O setor de comunicação e marketing do PIC desenvolve projetos que proporcionam benefícios aos seus sócios. Selecionando os melhores produtos e serviços de empresas fornecedoras para atender as exigências de qualidade do clube.
Dentro do planejamento publicitário realizam estratégias de marketing para o clube, onde utilizamos, dos vários veículos de comunicação disponíveis, para atender a demanda de divulgação das empresas.
A comunicação externa é elaborada através de uma equipe terceirizada de jornalistas e pelo próprio setor de comunicação da organização através de cartazes informativos anexados em cada andar em um quadro de aviso que informa todos os eventos, uma distribuição quinzenal do Folhetim, uma distribuição mensal do Boletim Informativo do Pic (“BIP”) – este veículo é mais completo, nele contém toda a agenda cultural e esportiva do clube, os membros da diretoria, os anúncios e fotos de eventos culturais, esportivos e infantis - que chega direto na residência do sócio, faixas, internet, e-mail marketing, mala direta, banners, placas e propagandas comerciais na Rede Globo.
Já a comunicação interna é elaborada através do setor de comunicação e marketing, sendo elaborado um jornal com distribuição mensal, o “Pic por dentro” – nele contém os aniversariantes e o funcionário destaque do mês e as datas e o objetivo das palestras e dos seminários que são realizadas em função dos funcionários - um quadro de avisos e intranet.
O setor de comunicação e marketing é formado por uma equipe que se relaciona muito bem e que sabem dividir tarefas e delegar funções sem a presença “imponente” do gerente. Semanalmente, é realizado, tanto no clube quanto na sede eventos culturais, logo esta equipe sempre está em constante movimento obtendo idéias criativas e ágeis, para o sucesso do evento e das campanhas em nome do clube.

Flávia Mendes, 5.º período de RRPP, manhã.

Carla disse...

Uma grande Empresa se comunica


A partir de estudos em sala de aula sobre a Comunicação Empresarial escolhi a Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA, para análise, em virtude do conhecimento que tenho de uma visita que realizei. Dentro da empresa tive a oportunidade de conhecer o trabalho de Responsabilidade Social da profissional Jane Bonfar e a Relações Públicas Celma.
A instituição trabalha com o planejamento estratégico, usando da tecnologia para ser provedora de soluções em saneamento mediante a prestação de serviços públicos de água e esgoto e prioriza assim a melhoria do relacionamento com seus clientes. É, segundo seu código, uma empresa que tem em sua missão a preocupação com melhoria da qualidade de vida, das condições ambientais e do desenvolvimento econômico-social.
A COPASA mantém a comunicação com seus vários públicos através de releases, pelo próprio site da empresa -www.copasa.com.br, utiliza do código de conduta Ética, panfletos e uma revista institucional que é integre a seus funcionários e colaboradores. Abre espaço também para o atendimento de seus clientes em Centrais de Atendimento, Agências de Atendimento e ainda pela internet através da ouvidoria para recebimento e tratamento de reclamações.
A empresa trabalha com a comunidade criando programas diferenciados para cada publico: interno, externo, ambiental, poder público, acionistas etc. São realizados programas como o Projeto Chuá, Programa de Estagiários, Galeria de Arte Copasa, Visitas aos Centros de Educação Ambiental, Apoio à Família e ao Adolescente, Cia. de Teatro Água Viva entre outros.
Pode se observar que suas peças/ações estão envolvidas com a promoção de campanhas sócias, campanhas de sensibilização, jornal, revistas, mailing, cartas comerciais e etc.
Porém alguns dos projetos como o Chuá, que vem sendo realizado há quase 15 anos, por algum motivo, é pouco divulgado ou simplesmente não é conhecido. Seria uma falha de comunicação? Porque um projeto de valor social está praticamente no anonimato? E quem sabe ainda existam outros pontos, não só em relação aos projetos e programas, mas num todo, no qual seria interresante que as pessoas tivessem conhecimento.
Independente do tamanho da empresa, todas, grandes ou pequenas, precisam da comunicação para estabelecer laços, ocupar seu espaço e conquistar clientes, funcionários e colaboradores.
Sendo várias as formas que uma empresa pode e tem para se comunicar com seus públicos,faz-se importante, como estudante de Relações Públicas, realizar essa análise a fim de identificar as necessidades e para melhor usar os recursos de comunicação dentro de uma empresa, fazendo com que a mensagem desejada seja conduzida de forma clara e transparente.



Carla Jacqueline Gonçalves Costa
Relações Públicas
5º período – manhã
Empresa: COPASA

Fernando Rodrigues disse...

Uma Comunicação de Sucesso

A Sadia é uma empresa voltada para o segmento agroindustrial e na produção de alimentos derivados de carnes suína, bovina, de frango e de peru, além de massas, margarinas e sobremesas. Hoje líder no mercado a Sadia tem uma grande preocupação com a comunicação e com a imagem da empresa, por se tratar de uma organização mundialmente conhecida e respeitada e é claro por ser do seguimento alimentício. Portanto a uma equipe de comunicação experiente dentro da empresa composta por vários profissionais sendo eles um RP, um Jornalista, dois publicitários e um profissional de marketing, desenvolvendo todo o processo de comunicação organizacional.
Esse processo de comunicação é feito de forma estratégica atendendo seus variados públicos como: funcionários, consumidores e parceiros. Uma das estratégias utilisada pela empresa é o treinamento dado para todos os gerentes da companhia todo inicio de ano, passando metas e desafios de forma clara e convincente para que todos tragam resultados positivos para a companhia.
Um empresa como a Sadia busca sempre o caminho do desenvolvimento sustentável, sendo assim atua em direção à sustentabilidade, um tema que vem sendo incorporado nos processos da empresa, de forma a buscar o equilíbrio econômico-financeiro, respeitando o meio ambiente e fazendo com seriedade sua responsabilidade social.
Portanto como profissional de Relações Publicas pude perceber que a Sadia é uma empresa que tem uma comunicação muito inteligente e de sucesso, pois ela desenvolve varias estratégias e trabalhos para que a comunicação organizacional seja sempre efetiva.




Fernando Rodrigues, 5º Período, manhã .

Ana Paula disse...

A CEMIG se comunicando

A empresa analisada foi a CEMIG, um orgão público que se dispõe de um grande setor de comunicação que contém profissionais de relações públicas, publicidade e propaganda, jornalismo e marketing.
Todos trabalham em conjundo em busca de um mesmo resultado, formando-se assim uma grande equipe.
Tendo em vista a variedade de públicos o setor de comunicação visa a integração destes de uma forma geral. Na comunicação interna observa-se uma grande quantidade de material e recursos como jornais institucionais, intranet, quadro de avisos, telefone celular coorporativo e eventos. Na comunicação externa há uma diversidade imensa de recursos como o site, as propagandas, e o serviços de atendimento por telefone.
O papel do jornalista é montar o jornal institucional, para isso deve estar a par de tudo que ocorre com a empresa e com seus funcionários para uma boa publicação, incentivando e informando seus diversos públicos. O pessoal de marketing visa o interesse e a satisfação do consumidor realiza pesquisas de demanda e melhorias.
Os publicitários se encarregam do site, da logomarca, das propagandas, etc. E por fim o relações públicas tem como função entender todos os públicos e realizar um plano para manter o bem estar de todos e zelar pela imagem da instituição ele tem a função de atualizar o jornal mural, facilitar o envolvimento da diretoria com os funcionários, entender as necessidades e opiniões dos funcionários através de pesquisas de opinião e realizar eventoscomemorativos e coorporativos.
Cada profissional realiza sua função mas com um unico objetivo.
Com essa análise pode observar como é amplo o setor de comunicação e como o trabalho pode ser extenso. Observei também a necessidade de se ter bons profissionais e boa integração entre eles e por fim como o trabalho em equipe é muito mais vantajoso e eficiente quando se é aplicado corretamente.

Ana Paula Rezende, 5° periodo - manhã

karina disse...

SOBREVIVÊNCIA EM UM MERCADO COMPETITIVO

A empresa em questão é a E.S.B.H Fotografia L.T.D.A uma de muitas da rede Deplá Fotografia, que trabalhava no setor de entretenimento fotográfico em Belo Horizonte.
Na sua equipe de gestão e comunicação, um de seus diretores Daniel Plá especialista em marketing, estudou e procurou no mercado a informatização, com foco em atender a demanda de seus produtos e serviços.
A empresa que também contava com outros setores como: o R.H braço direito na tomada das decisões, treinava e selecionava pessoas, oferecia cursos de aprimoramento para alguns de seus colaboradores, para assegurar qualidade e agilidade em suas funções, tentava trabalhar a motivação, contudo, era difícil devido a algumas posições tomadas pela empresa, já que a mesma não era ética e transparente com seus funcionários, o setor administrativo que cuidava da parte burocrática, das normas e regulamentos internos e externos, compra e venda de produtos e serviços, o setor mercadológico que utilizou diversas vezes da mídia paga para introduzir e difundir seus produtos e serviços e sem dúvida os programas visuais que procuravam trabalhar a imagem da imprensa junto aos seus públicos, como a logomarca, a fachada da loja, a decoração interna, uniformes, cartão fidelidade, etc.
A empresa defendia uma gestão descentralizadora, embora, muitas vezes não fosse, nos últimos anos entrou em um processo de decadência e hoje enfrenta forte crise no mercado competitivo, informatizado, da era digital, o que já acarretou o fechamento de várias lojas e franquias, só em Belo Horizonte foram três lojas a serem fechadas, o que deixa claro a falta de preparo, de planejamento estratégico, pesquisa, comunicação, visão futurista e até mesmo ética em alguns casos.
Para sobreviver de forma digna nesse mercado competitivo!
Hoje, eu Karina, cursando o curso de Relações Públicas posso entender a importância e relevância desse profissional, que não só trabalhar a comunicação dentro e fora da empresa, mas tem o dever de zelar e cuidar de sua imagem, compreendendo e gerenciando com qualidade a empresa e seus diversos públicos.


Karina Iva M Marques
5º período
Relações Públicas
Manhã

caroline disse...

A comunicação em uma agência de RP


A Agência Experimental de Relações Públicas - AGERP- do Centro Universitário Newton Paiva, que desenvolve trabalhos ligados à área de comunicação, será a empresa onde será feita a análise.
A comunicação da AGERP pode ser analisada da seguinte forma: a área visual é presente nos uniformes, crachás, logomarcas - não só da própria agência, mas também logomarcas de seus projetos-, possui uma fachada com o nome em destaque e nas cores da Instituição da qual faz parte, na decoração interna encontra-se também prêmios recebidos pela AGERP. Na área Institucional, ela participa de eventos e premiações de comunicação; possui um Projeto, chamado Newcine Social, que realiza a prática de atividades ligadas à inclusão social; há um mailing, que contém informações de estudantes, professores e demais colaboradores. Os programas mercadológicos são menos desenvolvidos, já que a AGERP tem função de aprendizado e não fins lucrativos, cobrando preços irrisórios nas consultorias que realiza, mas há o plano de Cross Mídia, que divulga alguns de seus projetos gratuitamente em sites, jornais, rádios e programas de televisão, além de visitas aos clientes que recebem à consultoria e fortalecimento de vínculos com os mesmos. Na área Administrativa, observa-se o envio e recebimento de CIs, elaboração de relatórios de todos os seus projetos e atividades, cadastro de alunos e professores, envio e recebimento de vários e-mails diariamente, etc. Por fim, na área Social/Imprensa, nota-se a criação de releases enviados à imprensa sempre que alguns projetos serão realizados, a elaboração de uma newsletter digital, um clipping da agência e outros de seus demais projetos.
Assim, é possível ressaltar que a análise da comunicação de uma empresa é pertinente ao futuro profissional de Relações Públicas, já que o orienta ao trabalho que irá desenvolver um dia em sua área de atuação. É fundamental que este saiba reconhecer todas as formas as quais uma empresa se comunica com seus diversos públicos, a fim de fazer as mudanças necessárias para a melhoria do relacionamento entre eles. Essa é a relevância de analisar de forma crítica à comunicação: aprender e saber observar o que há de certo e principalmente, o que há de errado com a maneira de se comunicar de uma determinada empresa.


CAROLINE ALCÂNTARA PRATES
TURNO: MANHÃ
5º PERÍODO DE RELAÇÕES PÚBLICAS
EMPRESA: AGERP
CARGO: MONITORA DO PROJETO NEWCINE SOCIAL

Anônimo disse...

A comunicação no Terceiro Setor

A Fundamig – Federação Mineira de Fundações de Direito Privado, é uma associação do Terceiro que busca unir vozes para levantar melhorias e avanços no mercado filantrópico.
Para isso a Fundamig conta com fundações filiadas da região de Minas Gerais, que em contra partida recebem assessoria contábil, jurídica, cursos na área social e um suporte para a comunicação institucional.
Sua assessoria é composta por um Diretor de Comunicação, uma Superintendente Relações Públicas, uma Estagiária de Jornalismo e uma Estagiária de Relações Públicas.
Todo o trabalho de comunicação é feito para dar uma maior visibilidade às atividades realizadas pela Fundamig, em especial os cursos e campanhas para fortalecer o movimento fundacional em Minas Gerais.
A fundamig trabalha com as seguintes peças: Jornal Informativo fundamig, trimestral, com tiragem de 3.000 exemplares a serem distribuídos em instituições de todo o Brasil. Neste jornal são publicados artigos e matérias sobre o terceiro setor, informações sobre as fundações filiadas e os eventos em pauta.
Boletim Eletrônico Fundamig, publicado todas as quintas-feiras, divulgando cursos, concursos, eventos, feiras e oportunidades para o terceiro setor. Portal Fundamig, www.fundamig.org.br, com informações administrativas sobre a federação e um conteúdo completo de todas as fundações filiadas e suas iniciativas.
Por Fim, o programa de Televisão POR EXEMPLO, exibido todas as segundas-feiras, as 19h45, com reprise as segundas-feiras, as 20h30, e as quartas 17h45, pelo canal PUC TV (12 da Net, e canal 14 da Way). Que apresenta destaques sobre a importância dos bons exemplos de responsabilidades social, para o desenvolvimento Humano.
Todas estas ações buscam agregar novos filiados e assim atingir um número especifico que consiga mover a sociedade e o poder privado. Tais ações se caracterizam como importantes e criativas, entretanto seu conteúdo não chama a atenção necessárial, talvez por isso o terceiro setor ainda seja pouco visto na sociedade, porém são iniciativas como esta que levarão aos poucos as grandes instituições a terem um olhar voltado para o social.

Mariana Silva de Oliveira
Relações Públicas - 5° período - Noite
Estagiária4 de Relações Públicas - FUNDAMIG

Adriana Hortmann disse...

Adriana Hortmann disse...
O PROCESSO DE COMUNICAÇÃO ADCOS COSMÉTICOS

A ADCOS é uma empresa voltada para o segmento de Cosmética de Tratamento facial, corporal, capilar e de fotoproteção. São direcionados para profissionais da área de Estética: Esteticistas, Fisioterapeutas Dermato-Funcional e Dermatologiastas.
Fundada em 1993, a ADCOS possui uma indústria em Vitória/ES e várias distribuidoras regionais em todo o Brasil e Europa. A oraganizaçao foca, constantemente, em pesquisas e desenvolvimento de produtos que proporcionam eficiência aos tratamentos.
Tratando-se de uma organização séria e comprometida com o sucesso contínuo, a ADCOS desenvolve uma comunicação com um profissional de Publicidade e Propaganda e Marketing junto aos representantes comerciais, um em cada segmento diferente e cursando graduações distintas.
Além de obter uma estrutura totalmente moderna, todos os profissionais da empresa participam de treinamentos motivacionais e reuniões semanais para controle de produtividade e estratégias de marketing para ampliar vendas, positivar clientes inativos e prospecção de novos profissioanis.
Uma outra Ação que a empresa promove de cunho institucional mas, também, mercadológico são as participações e patrocínios em Congressos voltados para área de Estética e Cosmetologia. Além de realizar, anualmente, a jornada do Simpósio Científico ADCOS BH, que acontece no Hotel Mercure - sede Lourdes. É importante, também, ressaltar que a organização promove pequenos Eventos em algumas clínicas e Blitz para divulgação da marca.
Com esta análise pude perceber que é fundamental o Relações Públicas dentro de uma organização,para desenvolver projetos e palnejamentos de eventos e comunicação para mobilizar seus mais respectivos públicos desta empresa.

ADRIANA HORTMANN
Relações Públicas
5º período, turno Noite

Empresa: ADCOS Cosmética de Tratamento

Anônimo disse...

Comunicação Empresarial

Segundo a Margarida Krohling “comunicação empresarial é a comunicação que ocorre dentro da organização e a comunicação entre ela e seu ambiente que a definem e determinam as condições da sua existência e a direção do seu movimento”.
Dentro dessa comunicação empresarial existe vários segmentos que têm sido estudado e buscado no mercado, como solução para se fazer uma gestão integrada, tais como: relações públicas – zela e cuida da imagem da empresa –, publicidade – define os veículos para anunciar os produtos, preocupa-se com o anúncio, cria e divulga o produto e a empresa anunciante –, jornalismo – segmento da comunicação que cria e divulga informações para o relacionamento periódico com todos os públicos da empresa – e marketing – é o segmento da comunicação que se preocupa em fazer pesquisa sobre: produto, consumidor, comportamento, necessidades, demandas e tendências, tem o seu foco em estratégias mercadológicas e no aprimoramento do processo produtivo.
A Instituição de Ensino “Centro Universitário Newton Paiva” possui uma comunicação organizacional estruturada em todos estes segmentos. Essa organização possui programas específicos de comunicação, tais como: visual, (com a presença do segmento publicitário) onde a sua logomarca e a cor azul se faz presente na sociedade e cria a imagem e a identidade da empresa em relação ao mercado; institucional (com a presença do segmento de relações públicas) com a presença de projetos culturais e de cunho social, para o fortalecimento da marca “Newton Paiva”, credibilidade e imagem da empresa; mercadológica (com a presença do segmento de marketing) na realização de campanhas dos processos seletivos para difundir os serviços que a Instituição de Ensino disponibiliza no mercado; administrativa (com a presença do profissional de comunicação) com a existência de contratos, cadastros de alunos, enfim documentos internos padronizados que gerencia o processo comunicativo, além de e-mails internos com informações relevantes sobre a faculdade para com os funcionários; e imprensa (com a presença do segmento de jornalistas) pelo fato da “Newton Paiva” ter o seu próprio jornal impresso (Lince), site atualizado que tem como objetivo divulgar todas as informações relevantes para a sociedade e para divulgação gratuita nos veículos de comunicação de massa.
Apesar da comunicação empresarial da faculdade “Newton Paiva” ser eficiente em todos os seus programas e ações de comunicação, existem falhas que precisam ser corrigidas. Estas falhas se devem ao atendimento extremamente burocrático para com o seu público interno, os alunos; informações importantes distribuídas pelos seus campus erroneamente.
Dessa forma, analisar uma empresa no setor de comunicação, é relevante enquanto profissional de Relações Públicas, pois permite um estudo aprofundado quanto ao segmento, à área e as ações que os profissionais de comunicação podem ter para melhorar a organização nos quesitos: imagem, venda, organização do fluxo de informação interna, além da sua importância social, e assim, suprir as necessidades corporativas.

Karine Lage Martins, 5º período do curso de Relações Públicas, manhã.

Anônimo disse...

A Comunicação no Setor Automotivo.

A Fiat Automóveis, empresa que a mais de 30 anos atua no setor automotivo Brasileiro, possui um complexo sistema de comunicação integrada que visa alinhar o pensamento da empresa com as ações de comunicação desenvolvidas por seus setores.
A Comunicação Interna realiza as ações para o público interno da fábrica, buscando sempre motivar os funcionários e fazer deles os principais disseminadores de seus produtos; a Comunicação Corporativa trabalha com a Assessoria de Imprensa, Eventos Institucionais/Lançamentos, Relações Públicas e Relacionamento com a Comunidade; o setor de Publicidade e Propaganda é responsável pelas campanhas institucionais e mercadológicas; e o setor de Marketing trabalha com as pesquisas de mercado.
Apesar destas subdivisões a Fiat conta com um sistema de Comunicação Organizacional que possibilita uma gestão destas áreas por meio de uma diretoria de Comunicação que, periodicamente, se reúne com os representantes de cada um dos setores da comunicação para discutir as ações a serem desenvolvidas, e discutir sobre as perspectivas da empresa no âmbito comunicacional.
Sendo assim, podemos dizer que é por meio desta gestão estratégica que a FIAT consegue elaborar programas específicos de comunicação, que cercam a empresa por diversos lados e possibilita uma melhor visibilidade e credibilidade da empresa no mercado automotivo.

Mariana Goulart
Relações Públicas
5ºPeríodo Noite/NP

Anônimo disse...

A Comunicação no Ensino Superior


A Comunicação Empresarial é uma importante ferramenta que as empresas utilizam para melhorar a sua imagem e, através dela, é possível analisar o processo de comunicação do Centro Universitário Newton Paiva.
No programa visual, a Newton Paiva fortalece o conceito e seu foco de atuação com o uso da logomarca que pode ser visto na fachada da empresa, no design do site ou até mesmo em papéis e envelopes da instituição.
Já no programa institucional, existe a promoção em campanhas sociais, oferecidos semestralmente e abertos a toda comunidade. Através dos cursos de extensão, a Newton Paiva oferece cursos de curta duração nas diversas áreas de comunicação, cultura, direito, educação, gastronomia, gestão e negócios, gestão social, informática, saúde, qualidade de vida, turismo, meio ambiente, dentre outras, realizando assim ações para inserir o cidadão na sociedade. Dessa forma, a instituição apresenta a missão, seu conceito e filosofia, dando credibilidade à sua marca.
A Newton Paiva, por meio do programa mercadológico, disponibiliza no mercado seus serviços e conquista novos clientes. Um bom exemplo a ser dado é o Painel Universitário que oferece visitas periódicas nas escolas, mantendo contato com professores, diretores e alunos, criando seu mailing a cada visita e, mantendo-o sempre atualizado.
Por sua vez, o programa administrativo gerencia os documentos internos, sendo eles próprios e padronizados para cada processo comunicativo, como é o caso da comunicação interna que é feita via malote. Outro exemplo são as atas e relatórios que na instituição são todos padronizados, facilitando para o funcionário o conhecimento de cada documento.
E, por fim, o programa social/imprensa que visa divulgar gratuitamente nos veículos de comunicação de massa as informações relevantes da instituição para a sociedade, mantendo um bom relacionamento com a imprensa. O Jornal impresso da Newton Paiva é um exemplo deste programa, assim como o site que é mantido atualizado. Além disso, são encaminhados press kits que são entregues em visitações nas empresas e, para completar seu processo comunicativo, são enviados e-mails aos alunos e colaboradores.
A partir desta análise, constata-se que o Centro Universitário Newton Paiva possui todos os programas referentes à comunicação e, trabalhando todos de uma forma diferenciada é possível fazer uma comunicação capaz de atingir os diversos públicos que uma organização possa ter, compreendendo assim, seus objetivos e ações.

Camila Lacerda
Relações Públicas
5 período/ noite

Anônimo disse...

Magazine Luiza, a comunicação com foco em resultados.

Fundada em 1957 por um casal visionário, o Magazine luiza surge em Franca interior do estado de São Paulo.
O Magazine Luiza é considerado uma das maiores redes de varejo do país, estando presente em 7 estados da federação.
A empresa conta com um quadro de mais de 10 mil colaboradores que convivem diariamente com a filosofia da organização, distribuidos em suas filiais em todo o país.
A empresa possui uma série de ferramentas comunicacionais, como o "Portal Luiza" um portal na intranet com todas as informações e burocracia do dia-a-dia da organização; a "Rádio Luiza" uma rádio interna, que possui sintonia em todas as unidades, com informativos, músicas e campanhas; e a "TV Luiza" um programa corporativo transmitido ao vivo semanalmente para todas as unidades da empresa com o objetivo de disseminar e esclarecer informações à toda equipe.
Fruto do reconhecimento da empresa, são os vários prêmios consquistados. Em 2003, o Magazine Luiza foi eleito pela revista Exame, a melhor empresa para se trabalhar, e nos ultimos dez anos ininterruptos a empresa se mantém no ranking das dez melhores. Em 2007 a empresa foi eleita pela revista exame, através de pesquisa realizada pela great place to work, a melhor empresa para as mulheres trabalharem no país.
Os valores da organização são cultuados todos os dias através de reuniões. A comunicação é realizada pelo núcleo de Relações Institucionais inserido ao departamento de Recursos Humanos.

Francisco Tomas
Relações Públicas
5º Período Noite - NP

Anônimo disse...

Falta de comunicação interna na Livraria Leitura

A Comunicação Empresarial é uma importante ferramenta que as empresas utilizam para melhorar a imagem da empresa perante a sociedade e ao mercado. Sendo assim peguei como exemplo uma empresa que no qual ja trabalhei durante um longo período, que não utiliza seriamente do trabalho de comunicação que, ainda tímido, eles desenvolvem. A livraria Leitura é uma empresa ligada ao ramo de Livraria e Entretenimento, e que hoje em dia, devido a nova gestão com um olhar totalmente estratégico, veem utilizando de novos recursos, para ser mais um atrativo de retorno, como a criação de restaurante, cafés e "cabin for smoking" - cabines para fumar. Todo o trabalho de comunicação externa é terceirizado, como a elaboração de vídeos, flyer´s e cadernos de divulgação de produtos, que são produzidos conjuntamente com a sede que esta localizada no Distrito Federeal.A livraria LEitura busca sempre pelo satisfação de seus clientes, sendo assim, atua de uma maneira responsável e honesta. Mas infelizmente a Livraria não realiza um trabalho efetivo de comunicação interna, pois todas as informações ficam na alta cúpula - na gerência - o que gera conversas atravessadas e desacordos internos.
Portanto como profissional de Relações Publicas pude perceber que a LEitura é uma empresa que tem uma comunicação ainda muito fraca, apesar dela já está desenvolvendo algumas estratégias e trabalhos para que a comunicação organizacional seja sempre efetiva.

Anônimo disse...

A estrutura da comunicação do TJMG


Inserida no Primeiro Setor, o setor público, a Assessoria de Comunicação Institucional – ASCOM - do Tribunal de Justiça de Minas Gerais é composta pelos seguintes departamentos: CERP (Centro de Relações Públicas e Cerimonial), CEIMP (Centro de Imprensa), CECOV (Centro de Publicidade e Comunicação Visual), CECOM (Centro de Comunicação para a Gestão Institucional), SERAD (Serviço de Apoio Administrativo).
Buscando transmitir a missão do TJMG de "Garantir, no âmbito de sua competência, a prestação jurisdicional com qualidade, eficiência e presteza, de forma a atender aos anseios da sociedade e constituir-se em instrumento efetivo de justiça, eqüidade e de promoção da paz social", a ASCOM desenvolve programas de relacionamento com a comunidade como o Conhecendo o Judiciário, que, além de apresentar aos alunos de escolas públicas e universitários as instalações do Tribunal, esclarece as dúvidas sobre o Poder Judiciário através de uma palestra com um Desembargador ou Juiz de direito.
A fim de informar seu público interno, diariamente o CEIMP envia um Clipping de notícias relacionadas ao judiciário para cada departamento, além de expedir, mensalmente, 20 mil exemplares do TJMG Informativo que é enviado também para as comarcas do interior. Todas as atividades jornalísticas são de responsabilidade desse departamento. Já a CECOM atua no gerenciamento do portal (quadro de avisos, por exemplo), Boletim Gerencial que é enviado para todo domínio @tjmg, e cuida de todas as informações relacionadas à gestão institucional.
A CECOV é a responsável pela identidade visual de todos os programas de comunicação da instituição. Essa identidade é desenvolvida com a participação de profissionais dos demais departamentos para manter o foco da campanha.
A partir da análise global da ASCOM, é possível perceber que ela é muito bem estruturada, as ferramentas e tecnologias da comunicação são utilizadas de forma adequada a atender seus públicos e demanda da instituição. Para eles, transmitir a informação com clareza é o primeiro passo para alcançar resultados eficazes.


Elinéia Sousa
Relações Públicas
5º Período Noite
Newton Paiva
Empresa: Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Savy e Léo disse...

A atuação da comunicação empresarial em uma cooperativa médica

A empresa analisada e a primeira cooperativa médica em Minas Gerais, mais conhecida como Medminas. Surgiu em 1969, com o propósito de suprimir a intermediação do trabalho médico por grupos privados, permitindo a organização dos médicos para firmar contratos de prestação de serviços e atender diretamente os clientes. Sem finalidade lucrativa e de propriedade coletiva, o seu principal objetivo é a defesa econômica e social dos médicos cooperados, ao gerar oportunidades de trabalho e renda para seus associados.
A comunicação é realizada pela Gestão de Marketing, é quem promove a valorização da marca Medminas, cuidando da imagem, elaborando produtos de acordo com a demanda do mercado e aprimorando os serviços da Cooperativa para os vários públicos. Entre eles, estão os clientes finais, os cooperados, os parceiros, os colaboradores, os prestadores de serviço, a comunidade e os formadores de opinião.
A gestão de marketing se subdivide em diferentes subsetores: comunicação, gestão da imagem e reputação, produtos e mercado e publicidade e eventos.
- Comunicação tem como objetivo assegurar o fluxo de informações consistentes e verazes entre a cooperativa e seus diversos públicos, contribuindo para o seu sucesso estratégico. Suas principais ações são: o sistema de comunicação interna, gestão da imagem e reputação, dar suporte aos relacionamentos institucionais e ao programa de responsabilidade social; relacionamento com a imprensa, comunicação com os cooperados, relatório de gestão e outras publicações, vídeos institucionais, website e portal corporativo. Sua equipe é formada por um especialista (sênior), três analistas (pleno) e um assistente (júnior).
- Gestão de imagem e reputação, foi adotada a partir de 2004, para integrar, progressivamente as estratégias da gestão, as políticas de relacionamento institucional e as ações de comunicação. A reputação e o resultado do comportamento desenvolvido pela cooperativa ao longo do tempo e descreve a sua capacidade em distribuir valor para os diferentes públicos com os quais se relaciona, sejam internos ou externos.
-Produtos e mercado, têm como objetivo monitorar o mercado de saúde suplementar, buscando identificar e antecipar tendências, e desenvolver produtos adequados às exigências dos clientes, que agreguem competitividade e contribuam para o sucesso da estratégia comercial da cooperativa. Suas principais ações é a análise de mercado, o monitoramento da concorrência, realização das pesquisas de satisfação e opinião, desenvolvimento dos produtos e apoio à gestão do mix de produtos.
E finalmente a publicidade e eventos, responsáveis em fortalecer a marca, tornando-a cada vez mais diferenciada e desejada, divulgando os serviços da cooperativa e aproxima-la dos seus diferentes públicos. Tem como sua ação principal; às campanhas publicitárias, desenvolvimento do material de apoio a vendas e ao relacionamento com os clientes; organização de eventos institucionais e/ou promocionais; política de patrocínios e brindes; programa de responsabilidade social e controle administrativo-financeiro.
Como profissional de relações públicas pude concluir que a Medminas, têm um setor de comunicação completo, que consegui atingir com êxito todos os seus públicos interno e externos. Exemplo de comunicação empresarial integrada e eficiente.

Savigny de Salles Mol O R Dolabella
Relações Públicas
5º Período Noite
Newton Paiva
Empresa: Medminas

Anônimo disse...

A empresa onde trabalho é do ramo da Educação Profissional, com franquias espalhadas por todo Brasil. A comunicação é feita pela Franqueadora de Sao Paulo com todas as franquias. Há um site especifico da escola para acesso de qualquer, alem de um link com area restrita para os funcionarios. nesta area temos todas as informaçoes necessarias dispostas e um atendimento on-line 24 horas, divido por setor, como comercial, pedagogico por exemplo. Há varios materiais de comunicaçao como cartazes, folder, camisas, etc, alem de audioconferencia, paletras e treinamentos. Acredito se uma comunicaçao eficaz, pois a escola tem reconhecimento nacional, e em pesquisas é sempre lembrada como umas das melhores do seu ramo de atuaçao.
Nas franquias nao há departamentos especificos de comunicaçao com há em sao Paulo, mas Há alguns profissionais atuantes que fazem as atividades.

Letícia Martins 5º RP Noite
ramo seu

Anônimo disse...

Comunicação eficaz e progressiva


Na empresa onde trabalho, (Núcleo de TV – Newton Paiva) desempenho um papel de assessoria de comunicação juntamente com os coordenadores, criando estratégias e desenvolvendo projetos para o melhor andamento de toda a organização.
A assessoria de comunicação realizada na empresa é eficaz e progressiva, pois é elaborada de forma simples, compreensiva, objetiva e direta. Tendo em vista essa observação, analiso de forma clara que a assessoria aplicada na empresa é de certa forma distribuída em setores que passam a imagem de uma organização sem transtornos, sendo assim positiva e sempre com resultados satisfatórios.
Acredito que após a elaboração de todos esses projetos e trabalhos de até mesmo motivação, os estagiários e coordenadores e funcionários estão trabalhando de forma mais centrada e ao mesmo tempo descontraída.

Mário Jorge Vilela Taveira
Sala:104
Periodo: 5°
Turno: Noite

Anônimo disse...

CCATE

O Cantinho da Criança e do Adolescente Tia Emília (CCATE) é uma associação civil de direitos privados, sem fins econômicos, sendo um órgão executivo, vinculado ao Conselho da Sociedade São Vicente de Paulo, tendo como finalidade atender à criança e ao adolescente. A ONG conta com 5 funcionários efetivos e 5 voluntários, a diretoria é composta por vicentinos, confrades e consociais do Conselho Particular de Nossa Senhora das Graças da Sociedade São Vicente de Paulo.
O Cantinho não conta com um setor especifico de comunicação, quem a faz é uma psicóloga que trabalha na organização há anos e pela Elisa que é uma espécie de supervisora do CCATE, é delas o 1º aval para qualquer divulgação que envolva a instituição, mas o decreto definitivo que possibilita ou não a implantação da divulgação vem da diretoria.
Foi aplicada em 2007 uma pesquisa quantitativa nas proximidades da ONG na qual foi diagnosticado o quanto à instituição é pouco conhecida. A ONG tem uma fachada discreta dando idéia de residência o que não chama a atenção do público, e acaba também por não investir em propagandas, como, cartazes e faixas.
Porém, dentro da instituição a comunicação é um pouco eficaz, existe um jornal mural, reuniões, cartazes e encontros de confraternização que proporciona um relacionamento mais direto entre todos os funcionários e voluntários.
O Cantinho Tia Emília tem uma “boa comunicação” interna, mas não desperta o interesse no público externo. Isso demonstra o quanto à comunicação no CCATE é debilitada e o quanto ela precisa de um setor especifico de comunicação com profissionais capacitados.
Um bom plano de comunicação daria mais visibilidade a ONG o que proporcionaria o surgimento de colaboradores e parcerias de grande valor para o CCATE e é claro poderia levar a comunidade a colaborar com projetos desenvolvidos no Tia Emília, ajudando a instituição a ser cada dia melhor.
Se O Cantinho contasse com o trabalho de um profissional da área da comunicação (se possível um RP) com toda certeza ele teria uma visão e ações diferentes perante seus diferentes públicos. Com essa análise pude perceber o quanto é importante ter o profissional correto em sua devida função.
Ianna Duarte - 5° período - Manhã

Misael Elias disse...

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Pedro Leopoldo.

Em uma Instituição pública a comunicação trabalha para fins não mercadológicos. Através deste prisma buscamos entender como funciona a comunicação dentro de um setor público de uma cidade de aproximadamente 60 mil habitantes situada na região metropolitana de Belo Horizonte.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Pedro Leopoldo é formada por três profissionais de jornalismo, sendo uma gerente de comunicação e dois assessores que basicamente trabalham para dar visibilidade às ações e informações de interesse público.

O setor é responsável por divulgar informações e ações da prefeitura na mídia por meio da assessoria de imprensa, além de apoiar iniciativas das demais Secretarias.

A rotina se baseia em captar informações relevantes ao interesse público e divulga-las para a população. Além de atender à própria população quando esta solicita informação ou denuncia alguma irregularidade. Neste último caso muitas vezes é sabida através da imprensa.

As demandas mais comuns ao setor são: o atendimento à imprensa, a realização de eventos e registros textuais e fotográficos das ações do Prefeito.

As ações realizadas são em suma demandadas das Secretarias. Neste sentido a Comunicação oferece a estrutura para a realização dos serviços como a cobertura e divulgação de eventos de inauguração de órgãos, assinaturas de contratos, etc. Essa cobertura se torna pauta, e assim, informa a população através da imprensa as empresas que se instalaram na cidade, assinatura de convênios, construção de creches, etc.

O relacionamento com a imprensa é bom, mas se sabe que nem sempre ela cobre todos os eventos ou publica todas as informações. Geralmente é composto pela assessoria releases-matéria que são publicados na integra para diminuir possíveis erros de informação. Os jornais do município são semanais e as rádios diárias. A boa convivência entre imprensa e poder público tem gerado bons frutos para esclarecer, da melhor maneira possível, a população.

Os públicos internos atendidos pela assessoria são os funcionários da Prefeitura e o chefe do executivo. Os externos são: a população, a imprensa, os setores do legislativo e judiciário, os setores privados e também os funcionários que neste sentido fazem parte da população.

Para se comunicar com seus diversos públicos são utilizados, cartazes, panfletos, faixas, outdoors, releases para imprensa e spots (veiculados em rádio e carros de som – comuns na cidade e com grande retorno de audiência). Já a comunicação para com o público interno é realizada através de um e-mail interno e comum a todos os setores, além do jornal mural que se encontra no corredor do prédio.

A comunicação de qualquer administração enfrenta dificuldades e esta não é diferente. As principais se encontram na morosidade do processo: na compra de material que muitas vezes é necessário passar por um processo de licitação; na liberação de verba que quase sempre é reduzida e, sendo assim, boas campanhas acabam se resumindo à “estratégias economicamente viáveis”, deixando inviáveis campanhas que necessitam de maior investimento tais como outdoors, flyers explicativos, etc.

Acredito que este trabalho tenha voltado minha atenção para o setor que mais se aproxima do que quero trabalhar em um futuro bem próximo. Além de entender as dificuldades e possibilidades de uma assessoria de comunicação de uma administração pública, esta análise só fez aumentar minha percepção diante ao que caminho que estou trilhando no momento, aumentando, ainda mais, minhas expectativas futuras para trabalhar com a comunicação.

Agradeço ao Assessor de Comunicação da Prefeitura de Pedro Leopoldo
Gilvan Marçal que muito colaborou com informações para esta análise.

Misael Elias
5º período – RP – noturno
Fiscal Sanitário da Vigilância Sanitária
Setor de Vigilância em saúde
Prefeitura de Pedro Leopoldo

Rubi disse...

ANÁLISE DA COMUNICAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL “NEWTON AMARAL FRANCO”


Segundo SANTOS (1992), comunicação é a capacidade de ouvir e compreender o contexto da mensagem, expressar-se de diversas formas e argumentar com coerência; é uma necessidade básica e vital para os homens. Desde a pré-história os homens necessitam entender e cooperar uns aos outros, têm a necessidade de transmitir mensagens, pensamentos e sentimentos através do relacionamento interpessoal – habilidade para interagir com as pessoas de forma empática, inclusive diante de situações conflitantes – para demonstrar atitudes assertivas, comportamentos maduros e não combativos e de acordo com HUNTER (2004), a comunicação exerce um papel fundamental no exercício da liderança - habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente para atingir objetivos identificados como bem-comum.
Portanto, torna-se indispensável à análise dos diversos tipos de comunicação exercidas pela escola e, assim, orientá-la com o objetivo de maior fixação da identidade e imagem da mesma.
A Escola Municpal “Newton Amaral Franco” faz uso da comunicação administrativa com o objetivo de organizar e gerenciar, de forma eficiente, o funcionamento da mesma. Essa comunicação se dá, na escola, através de ofícios, registros de reuniões em livro de atas, registros de matrículas iniciais, livros de resultados finais, enfim, todos os formulários próprios e padronizados que são utlizados nos seus respectivos processos comunicativos.
A organização também faz uso da comunicação visual – comunicação realizada com o objetivo de criar e/ou melhorar imagem da organização para fortalecer o conceito e o foco da sua atuação – através de logomarca, uniformes, cadeiras e mesas padronizadas. No entanto, não há predominância nas cores dos ambientes internos e externos – a fachada da organização não possui a logomarca da mesma; é um ambiente com cores escuras (azul, cinza e verde) e sem iluminação adequada –, falta padronização nas salas de aulas, o que dificulta a assimilação, por parte da comunidade entorno, em relação a instituição.
A Instituição de Ensino utiliza da comunicação Institucional – programa de comunicação com foco em difundir a missão da empresa, seu conceito, filosofia e fixar a marca e a credibilidade da organização; tem como objetivo, mobilizar os seus públicos, tanto internos quanto externos, relevantes para a empresa – por meio da promoção de campanhas sociais que visam ações que valorizam a cidadania e o bem estar social, tais como: Projeto “Escola Aberta” aos finais de semana, oficinas de xadrez, oficinas de instrumentos musicais, entre outras.
Por sofrer excesso de demanda de alunos em seus diversos turnos e ser um órgão público, a “Newton Amaral Franco” não possui uma comunicação mercadológica – comunicação que tem como objetivo ampliar as vendas e prospectar novos clientes. Essa comunicação também é utlizada para a difusão dos produtos e/ou serviços que a empresa produz e/ou disponibiliza no mercado; também não faz uso da comunicação à imprensa – comunicação que tem o objetivo de divulgar todas as informações sobre a empresa relevantes para a sociedade para divulgação gratuita nos veículos de comunicação de massa; tem, também, a função de catalogar ações e resultados impactantes e manter um bom relacionamento com a empresa, para garantir exposição nas mídias, o que fortalece a marca e a sua imagem no mercado.
Mas, no entanto, é extremante importante que a escola a faça, pois é de grande a valia a obtenção de mídia gratuita positiva o que resultará na valorização da comunidade, dos alunos, professores e colaboradoes em geral e também poderá reduzir os índices de violência na região – assaltos, furtos, comércio e consumo de drogas e violência sexual.

Rúbia Nadielly Salles Pena
Aluna do 5º Período - Manhã
do curso de Relações Públicas
Newton Paiva

Rubi disse...

ANÁLISE DA COMUNICAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL “NEWTON AMARAL FRANCO”


Segundo SANTOS (1992), comunicação é a capacidade de ouvir e compreender o contexto da mensagem, expressar-se de diversas formas e argumentar com coerência; é uma necessidade básica e vital para os homens. Desde a pré-história os homens necessitam entender e cooperar uns aos outros, têm a necessidade de transmitir mensagens, pensamentos e sentimentos através do relacionamento interpessoal – habilidade para interagir com as pessoas de forma empática, inclusive diante de situações conflitantes – para demonstrar atitudes assertivas, comportamentos maduros e não combativos e de acordo com HUNTER (2004), a comunicação exerce um papel fundamental no exercício da liderança - habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente para atingir objetivos identificados como bem-comum.
Portanto, torna-se indispensável à análise dos diversos tipos de comunicação exercidas pela escola e, assim, orientá-la com o objetivo de maior fixação da identidade e imagem da mesma.
A Escola Municpal “Newton Amaral Franco” faz uso da comunicação administrativa com o objetivo de organizar e gerenciar, de forma eficiente, o funcionamento da mesma. Essa comunicação se dá, na escola, através de ofícios, registros de reuniões em livro de atas, registros de matrículas iniciais, livros de resultados finais, enfim, todos os formulários próprios e padronizados que são utlizados nos seus respectivos processos comunicativos.
A organização também faz uso da comunicação visual – comunicação realizada com o objetivo de criar e/ou melhorar imagem da organização para fortalecer o conceito e o foco da sua atuação – através de logomarca, uniformes, cadeiras e mesas padronizadas. No entanto, não há predominância nas cores dos ambientes internos e externos – a fachada da organização não possui a logomarca da mesma; é um ambiente com cores escuras (azul, cinza e verde) e sem iluminação adequada –, falta padronização nas salas de aulas, o que dificulta a assimilação, por parte da comunidade entorno, em relação a instituição.
A Instituição de Ensino utiliza da comunicação Institucional – programa de comunicação com foco em difundir a missão da empresa, seu conceito, filosofia e fixar a marca e a credibilidade da organização; tem como objetivo, mobilizar os seus públicos, tanto internos quanto externos, relevantes para a empresa – por meio da promoção de campanhas sociais que visam ações que valorizam a cidadania e o bem estar social, tais como: Projeto “Escola Aberta” aos finais de semana, oficinas de xadrez, oficinas de instrumentos musicais, entre outras.
Por sofrer excesso de demanda de alunos em seus diversos turnos e ser um órgão público, a “Newton Amaral Franco” não possui uma comunicação mercadológica – comunicação que tem como objetivo ampliar as vendas e prospectar novos clientes. Essa comunicação também é utlizada para a difusão dos produtos e/ou serviços que a empresa produz e/ou disponibiliza no mercado; também não faz uso da comunicação à imprensa – comunicação que tem o objetivo de divulgar todas as informações sobre a empresa relevantes para a sociedade para divulgação gratuita nos veículos de comunicação de massa; tem, também, a função de catalogar ações e resultados impactantes e manter um bom relacionamento com a empresa, para garantir exposição nas mídias, o que fortalece a marca e a sua imagem no mercado.
Mas, no entanto, é extremante importante que a escola a faça, pois é de grande a valia a obtenção de mídia gratuita positiva o que resultará na valorização da comunidade, dos alunos, professores e colaboradoes em geral e também poderá reduzir os índices de violência na região – assaltos, furtos, comércio e consumo de drogas e violência sexual.

Rúbia Nadielly Salles Pena
Aluna do 5º Período - Manhã
do curso de Relações Públicas
Newton Paiva

Anônimo disse...

Processos de comunicação do Meritus


O Meritus é uma escola de concursos públicos que está a dois anos no mercado, possui 4 unidades, duas unidades localizadas no bairro cruzeiro, uma no centro e na Savassi. Atualmente o Meritus além de trabalhar com concursos públicos também trabalha com preparatório para o CEFET e COLTEC. A empresa possui a maioria dos funcionários terceirizados, possui cerca de 70 funcionários.
A empresa possui logo marca, uma aliança que remete a sociedade feita entre os fundadores do curso. Todos os funcionários trabalham uniformizados, em todas as unidades o ambiente possui cores da empresa, o amarelo e o preto, o curso usa bem a imagem dos professores e dos alunos que passaram no em concursos públicos. As fachadas das unidades remetem as cores da logomarca amarelo e preto, a última mudança em uma das fachadas é bem interessante, nas duas janelas do prédio que dão para rua tem dois stands que remetem aos funcionários e aos alunos do curso.
O Meritus possui o slogan “Você entre os melhores”, não possui uma missão definida, usa como meio de divulgação do curso jornais especializados em concursos, como folha dirigida. O Curso usa um site para divulgar os cursos que estão sendo oferecidos, envia e-mails para pessoas cadastradas, para que as mesmas estejam recebendo e-mails informando sobre os cursos que vão ser oferecidos e os concursos que estão previstos.
O curso se comunica administrativamente através de comunicados internos impressos, e envia informativos para todos s setores para informar lançamento de novos cursos, tem um padrão de contratos feitos por alunos, e todos os alunos ficam cadastrados no sistema utilizado pelo curso.
O curso não matem um contato constante com a imprensa e utiliza do site para informar alunos e futuros alunos, não existe nenhum canal que exibe noticias sobre o curso. A empresa não possui uma assessoria de comunicação fixa, não existe um plano de comunicação permanente. Algumas vezes a imprensa é chamada para fazer divulgação de novos cursos.
Portanto séria importante para empresa traçar um plano de comunicação para empresa, para se relacionar melhor com seus públicos, tanto interno quanto externo, a empresa tem um grande potencial mercadológico, mas pode ser esquecida por seus públicos se não trabalhar melhor suas formas de comunicação.

Solimar Batista Vitor 5º período de RP Manhã

Anônimo disse...

Comunicação na Cantina da Nâna
O restaurante Cantina da Nâna localizado na região Noroeste de Belo Horizonte no bairro Camargos, atua no mercado há 10 anos e tem como especialidade a comida mineira.
A Cantina não possui um profissional de comunicação especializado, mas seus diretores se preocupam em ter uma divulgação mesmo não sendo tão específica através de flyers que são entregues em sinais próximos ao restaurante, anúncios em jornais locais e parcerias em eventos ocorridos no bairro como gincanas, por exemplo.
A comunicação interna acontece através de informativos, murais, cartazes, reuniões e confraternizações entre todos que compõem o restaurante Cantina da Nâna.
A credibilidade do restaurante se dá por meio da boa comunicação visual: uniformes, crachás, logomarca, slogan, placa, decoração e tudo mais que possa contar com a logo da empresa (a mesma desde sua fundação).
A comunicação empresarial na Cantina da Nâna flui de maneira clara, porém o que falta é um vinculo maior com a imprensa para que o restaurante se torne ainda mais conhecido.
A partir dessa análise pude perceber através de um olhar profissional que a diretoria do restaurante deve manter a comunicação já existente e aprimorar um pouco mais investindo em mídia gratuita para assim, manter um maior vínculo com a imprensa.
Portanto, concluo que é de extrema importância uma análise na comunicação em qualquer empresa para que ameaças sejam transformadas em oportunidades.

CAMILA ARÊDES DOS SANTOS, 5º PERÍODO, MANHÃ -RP.

COMUNICAÇÃO disse...

OLá, Mariana Silva.
Sua análise sobre a Fundamig está muito bem feita. Com excelente entendimento sobre as áreas e com estruturação muito bacana do seu texto. Claro, coerente e fundamentado.
Com carinho,
Bia

COMUNICAÇÃO disse...

Adriana Hortman,
sua análise sobre a Adcos também está bacana. Atenção à pontuação, apenas em alguns pontos.

Como a colega Mariana, você escreve bem.

No que diz respeito à comunicação da Adcos, senti falta de comentar sobre uma peça jornalística, ou seja, periódica, para que possa dialogar com diversos públicos.

No caso da Fundamig, a sua colega cita algumas peças. Apesar de não ter sido objetivo nosso aqui, vale agora, numa nova etapa e já com bagagem bem maior sobre a comunicação empresarial, analisar em detalhes o projeto editorial destas peças para avaliar, não mais só, se tem ou não a peça, mas se ela está produzida com adequação aos seus objetivos.
Com carinho,
Bia

COMUNICAÇÃO disse...

Mariana Goulart, sua análise sobre a Fiat está bastante objetiva. O texto está muito bem estruturado, mas observe que hoje já agregou uma bagagem maior para aprofundar esta análise. Este aprofundamento lhe trará a oportunidade de descobrir quão estratégicas são a divisão, a organização do departamento de comunicação, cada uma das peças e ações produzidas por esta grande empresa. Um case e tanto em Comunicação.
Com carinho,
Bia

COMUNICAÇÃO disse...

Camila Lacerda, vamos nos atentar para alguns conceitos na sua análise sobre Instituição de ensino superior.

A Comunicação Empresarial( Organizacional) é uma importante ferramenta ( não é ferramenta, é um processo, uma nova forma estratégica de gerir a comunicação empresarial, um novo conceito para a gestão) que as empresas utilizam para melhorar a sua imagem e, através dela, é possível analisar o processo de comunicação do Centro Universitário Newton Paiva.


Quando diz "Dessa forma, a instituição apresenta a missão, seu conceito e filosofia, dando credibilidade à sua marca", você parece se referir aos cursos de extensão. Mas tome cuidado, pois os cursos de extensão não fazem isso. São mais um produto mercadológico da empresa.

Atente-se para que não incorra no erro conceitual de alguns de nossos aprendizados. Veja: você deu como bom exemplo mercadológico uma ação institucional que impacta no mercadológico. ...."o Painel Universitário que oferece visitas periódicas nas escolas, mantendo contato com professores, diretores e alunos, criando seu mailing a cada visita e, mantendo-o sempre atualizado". Como peças mercadológicas, nós temos o site, quando permite inscrições em cursos, temos os anúncios em tv, rádio, campanhas em jornais e outras mídias, enfim. Lembre-se, a mercadológica tem objetivo de vender.

Sabemos, claro, que já fizemos importante aprimoramento destas visões, na medida em que crescemos nos estudos do semestre.

COMUNICAÇÃO disse...

Francisco, que bacana conhecer mais sobre a comunicação interna do Magazine Luiza.

Na sua análise você fala com detalhes sobre as peças e ações internas.

Observe, no entanto, que já temos conhecimento para aprofundar esta análise, não é mesmo? Por exemplo: o que o Magazine faz para vender? Cartazes, anúncios, campanhas, feirões, bazares? Enfim, há toda uma estratégia mercadológica, promoções, apoiadas por folderes e outros materiais comunicativos para divulgação.

E não vi como é a relação da empresa com a imprensa, mas já falamos bastante disso em sala, não´foi?

Bacana.
Bia

COMUNICAÇÃO disse...

Elinéia, você foi muito feliz na análise do TJMG. Há muito sendo feito, áreas bem definidas, peças e ações muito bem compreendidas por você. Parabéns!

Agora, não especificamente o TJ, mas a maioria das instituições públicas, mesmo bem organizadas, do ponto de vista do organograma, nem sempre funcionam bem na prestação de serviços ao cidadão (cliente) e têm muita dificuldade em melhorar sua imagem diante da sociedade. Será por quê? Que acha que deveria ser feito para encontrarmos aprimoramento neste ponto? Fica sugestão para me responder por email ou aqui mesmo, ok?

Com carinho,
Bia